segunda-feira, março 24, 2008

Quem sabe um dia


Um dia,
Quando minha alma estiver em paz
Possa falar das alegrias que já tive
Dos sonhos que não aconteceram
Dos desejos que não foram realizados
Da realidade que deixei de enxergar
Do amor que um dia perdir.
Um dia,
quando olhar para o céu
E vê o brilho do sol mais radiante
O sorriso alegre de uma criança
A beleza do olhar do humilde
Poderei dizer e cantar o amor
O grande amor que tenho para dar um dia a alguém.
Um dia,
Quando meu sorriso verdadeiro brotar
E o meu olhar fixo no horizonte estiver
Não importa o que venho a fazer
Este dia será o do meu encanto
E não haverá ninguém para me olhar
E que veja sobre minha face uma nova vida renascida
E o amor que tenho parar oferecer,a aqueles que menosprezam.
Um dia,
Para mim as estrelas vão voltar a brilhar
O encontro do mar com a praia, e suas Ondas se tornarão mais suaves
E sobre seu horizonte um arco-iris nascer
E o vento sobre mim soprar
Darei um sorriso largo e ingênuo
Podendo revelar minha infância num doce encanto que deixei fugir.
Um dia,
Sobre a linda humanidade derramarei meu amor e a minha solidariedade
Deixando de xingar a vida,com minhas mágoas, raivas, nunca por mim vencida,minhas dores, saudades e solidão
Esquecendo tudo o que passou e lutar Contra palavras e sentimnetos insistidas
E então diante dela me perdoar, por um dia ter deixado meu coração calar.
Um dia,
Vou reviver as coisas boas da vida que por mim passaram por despercebida
E agora espero que a vida me ensine a resgatar todo esse meu desleixo
Que um dia na minha vida o amor, só o amor venha me fazer renascer,
Um dia.... Quem sabe tudo isso vai acontecer, por enquanto fico esperando em silêncio dando ouvidos ao que diz meu coração.

Autora - Rita Canuto

Um comentário:

Maya disse...

Putz!

Perfeito isso!

adoreii!



beeijos