terça-feira, agosto 04, 2009

No final? Escreve-se um novo começo!


Sentei em frente ao computador e fiquei pensando no que poderia escrever hoje aqui no blog. Pensei em escrever uma poesia, uma música, algum sonho, ou uma história qualquer.
Depois de pensar muito, resolvi escrever algo que estou passando, como o fim de um amor, ou melhor, um fim que nem sei se houve um começo. Complicado, não é? Pra ser mais claro, um amor que sempre sonhei só que infelizmente, notei que não passa de algo impossível, algo inatingível, algo que não poderá ser para sempre.

Alguns amigos blogueiros estão me perguntando, porque ultimamente só estou postando coisas que falam de liberdade, de viver a vida. E a resposta é simples. Esta é a única forma que tenho de não ficar remoendo por dentro esse amor, a tristeza de uma separação. É uma forma de colocar na cabeça que a vida está aí pra ser vivida e aproveitada enquanto ainda há tempo, afinal ela é demasiadamente curta. Claro que um dia poderei postar algumas coisas mais tristes, afinal, a vida é cheia de altos e baixos, mas por enquanto quero pensar só em coisas boas e deixar a tristeza um pouquinho de lado.

Quando vivemos um amor que achamos ser eterno e esse por diversos motivos se finda, parece que a vida acaba no mesmo momento. Você se tortura, sofre, chora. E depois, claro, há a dor emocional que nunca parece ir embora. A insuportável solidão que você sente durante as longas noites escuras (principalmente no inverno) é seguido pelo entorpecido vazio quando acorda de manhã, e neste momento não se tem certeza do que é pior.
Esta é a realidade que você luta para aceitar. Descrença e negação são uma parte natural do processo de luto. Sua mente conhece os fatos, mas suas emoções levarão um tempo para se recuperar. Não é só a pessoa que você tem que deixar ir, é também as esperanças e os sonhos de um futuro brilhante, que pareciam certo.

A minha sábia mãe costuma dizer que podemos deixar uma má experiência amarga ou torná-la melhor. É verdade, eu acho que aqueles que passam por dolorosas quedas, geralmente acabam procurando certos caminhos que possam ajudar a resolver esta questão.
Eu creio que existem dois caminhos e explicarei cada um deles:

O primeiro caminho é para aquelas pessoas que constrói um muro de medo em torno de si, prometendo que ninguém vai machucá-las desta forma novamente. Elas desenvolvem uma espécie de "casca dura", acabando-se assim com a sensibilidade, e isso se arrasta por toda vida. Elas suspiram quando um amigo entra em um relacionamento, balançando a cabeça e o alerta que o amor não é o que todos pensam que o amor é doloroso e que se deve fugir dele. Enfim, o resultado desta "casca dura" elas notarão quando as pessoas começarem a se afastar. Perdem-se os amigos, perde-se de vez a alegria de viver e a solidão se torna constante.

No outro caminho, as pessoas ganham força a partir de saber que podem se recuperar rapidamente, que podem superar tudo sem perder a esperança e por mais que sofreram, elas ainda acreditam no amor e encorajam outros a fazerem o mesmo. Isto lhes permite empurrar o medo de lado e ousam mais uma vez, na esperança de encontrar a felicidade em um novo amor.

Você pode decidir qual o caminho a seguir. Eu já escolhi o meu, e confesso que fiz a escolha certa, EU AINDA ACREDITO NO AMOR!

Nesta fase de recuperação você precisará de paciência. CHORE! CHORE MUITO! Infelizmente, isso é inevitável! Alguns dizem que o período do "luto" ou tristeza é de aproximadamente um mês por cada ano do seu relacionamento. Embora não tenho certeza que as emoções obedecem às leis da matemática. Pode até durar 24 horas, isso depende de você. Deixe então que a cicatrização aconteça no seu próprio ritmo. Basicamente, você tem que chorar até sentir-se mais forte, a ponto de suportar suas lembranças. Eu particularmente ainda choro um pouco, e a cada dia, estou me fortalecendo.

Depois de ter sobrevivido uma vez, eu sei que posso sobreviver quantas vezes eu quiser. Eu vou me ferir novamente? É claro. É um dado. Você não pode andar ao sol sem sofrer alguns danos UV. Você não pode nadar sem se molhar. Você não pode sequer respirar sem radicais livres que causam degeneração celular em seu corpo. Aceitar tudo isso como parte da vida, seu medo irá desaparecer lentamente. Você pode se ferir algumas vezes em sua vida. e se você viver com esse medo de se machucar, este medo lhe causara um dano ainda maior, você nunca conseguirá viver feliz. Um bebê cai muitas vezes antes que ele finalmente caminhe firme, mas ele continua tentando e cada vez melhor. Isto é assim, porque o importante não é a queda, mas a caminhada. Não se centralize apenas dor, o foco agora é sobre o amor, e você terá uma vida cheia de alegria se não desistir de amar.

Com tudo isso, um dia ao acordar, sentirá algo diferente. O sol estará brilhando novamente e perceberá que suas feridas estão cicatrizando, poderá olhar no espelho e sorrir espontaneamente a si mesmo e vai gostar do que vê, por fim, estará pronto pra próxima fase.
Então, sorria, porque o final de cada capítulo em sua vida é o início de um novo, e o próximo capítulo poderá ser ainda melhor. Sorria para o passado com gratidão por tudo que aprendeu, valorize o presente, antecipe o futuro e viva feliz.

No final? Escreve-se um novo começo!



Aproveitando o post de hoje. Quero agradecer o selinho que ganhei da gracinha da Dany do blog MDANY http://-mdany.blogspot.com/ que recomendo, pois é um espaço maravilhoso e tem uma sensibilidade incrível... eu adoro de paixão. Obrigada minha linda por seu carinho!




E como sempre estes selinhos têm certas regrinhas...
Escolher 5 blog para o prêmio, postar os endereços e avisá-los...
MAS...
Hoje vou infringir esta regrinha, pois pra mim todos os blog que visito e que faço parte valem ouro, portanto, está aqui o selinhos para todos meus amigos, é só copiar e colar em seus lindos blog...fiquem à vontade
Um beijão a todos!

Amo muito vcs!!!

20 comentários:

Desabafando disse...

adorei seu texto e espero sinceramente que vc consiga superar tudo isso....lendo, percebi que eu já criei essa casca dura em volta de mim, em determinado momento na minha vida, mas náo por um amor perdido, mas por outras coisas que causaram certos traumas, demorei muito tempo pra conseguir quebrar essa casca, não é fácil, mas acho que hoje posso dizer que estou saindo disso! Adorei o selinho, vou postar lá tá! Muito obrigada, fico mto feliz!

Érica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érica disse...

A gente precisa exigir menos do amor. Ele não é eterno, nem perfeito, nem para sempre, como nada é. Tudo existe pra ser vivido intensamente, da melhor maneira que for, em todos os seus momentos, porque um dia acaba e sobram apenas as lembranças. Cabe a nós fazer com que essas lembranças nos tragam alegria. Saudade nunca é boa, mesmo quando é de algo que um dia nos fez feliz, saudade é a constatação de um tempo que se foi e que, as vezes, não volta mais de forma alguma. E é sim, podemos recomeçar. Todo dia é sempre um novo dia.

Boa sorte pra ti linda.
Beijos

Guilherme disse...

Oie...to passando, pra dizer que tem selinho pra vc lá no blog. Passa lá pra pegar tá?

gde abraço!

Bleeding Angel disse...

Sabe, eu tenho gostado dmais dos ultimos textos q tu tem postado. Acho q nossos blogs refletem akilo q estamos passando no momento (eu msm hj, deletei alguns posts do meu, pois foram escritos em momentos de odio, onde ofendi indiretamente e expus indiretamente pessoas e, agora me dei conta do qnto isso naum eh legal, portanto, achei q fosse d bom krater deleta-los) e posso perceber q, apesar de estar atravessando este momento de luto delikdo, vc esta lidando mto bem com isso.
O lance da primeira categoria q tu citou ai, me fez lembrar uma pessoa q conheco q, como foi mto judiada da vida, hj criou essa "casca dura" e ateh msm nas amizades ela naum consegue demonstrar krinho, amor e tbm debocha de tudo q seja relacionado a isso, ela quer mto se mostrar dona de si e q nada a abala e q tudo o q diz respeito a demonstrar sentimentos ela faz parecer cafona, soh q ela naum percebe o quao fragil esta por dentro, pra agir assim, soh pode estar mto fragil. Isso eh naum saber lidar.
Agora vc... vc esta de parabens meu anjo! Msm com tantos tropecos, vc naum desiste de sentir, vc naum desiste da VIDA! Pq de q vale a vida se naum houver a intensidade do amor, do krinho, dos sentimentos?
Desculpe se escrevi dmais, mas eh o q eu penso.
Bjos meu anjo e forca!
Nada como um dia apos o outro e o importante eh ter em mente sempre isso: o recomeco!

PS: Eeeeeeee! Ganhei um selo dourado! \0/\0/\0/\0/

CLEITON CAC disse...

Vc como sempre me fazendo emocionar,as coisas que vc passa e passou vc sabe que ja passei pois lhe disse e foi recente tbm igual a vc, amei o que vc escreveu e me fortalece ainda mais, bjs linda e não deixarei de aparecer por aqui te adoro muito bjs!!!Obrigado sempre.

Lais disse...

Que bom que vc está conseguindo superar essa tristeza...
Sabe, eu sempre digo a mim mesma, "depois de sobreviver do Fulano, eu posso sobreviver ao Ciclano". Mas sinceramente, estou cansada de relacionamentos....qd penso nisso sinto um peso tão grande nos meus ombros....não sei se acredito no amor, mas no presente momento quero viver bem longe dele!


Beijjoooo

Bárbara Lopes disse...

Oi!!!
adorei o seu texto!!!
eu tenho certeza que vc tá superando isso e logo logo passa
eu te entendo, sei como que é!!!
o que importa é que vc tem a oportunidade de recomeçar!!!
bjussss

mdany disse...

Olá minha amada....lendo seu texto lembrei-me de uma frase que hoje cai como uma luva em vc! essa frase é assim:
OS CISNES CANTAM MAIS LINDAMENTE QUANDO SOFREM,outro dia eu ouvi essa frase e achei linda,lógico que na dura realidade não tem nada de linda é sofredora,mas sabemos que é na dor que aprendemos,que amadurecemos,com certeza algo vc vai aprender,são tantas as lições que aprendemos na dor,pra começar já nascemos sentindo dor,embora não recordando dela,minha qrida coloque tua esperança no levantar no quanto vc será linda, radiante qndo se recuperar de tudo isso,são coisas q temos q passar mas saber enfrentar com sucesso isso é para os guerreiros,e isso todos nós somos basta acreditar em nossa força que vem de Deus!!
beijoks minha qrida!!!

Vicente Caldas disse...

È isso aí Nika. Devemos estar sempre prontos para um novo começo. Seja em que tempo for. Um grande amor só é eterno enquanto estamos encantados, essa infinitude tem sua intensidade no espaço indelével do tempo, e o tempo não pará, daí a nescessidade de se viver plenamente nossas emoções, sem vergonha nem medo. Quando apaixonados somos eternos, idealizamos um mundo particular de desejos infindos, acreditamos que essa felicidade perdurará sem fim, sabe aquela sensação no final do filme de amor que um beijo terno sela um futuro onde nada vai mudar, mas existe o tempo, e nossos sentimentos são frágeis, saõ mutáveis. Prepare-se para ser surpeendida novamente por um novo encanto. Abra as velas de sua nau e espere o vento soprar, aproveite o tempo que ficar à deriva para renovar seus sentimentos, quando o novo amor chegar, entregue-se e receba o que ele lhe traz.
Tô zarpando Nika tenho mares a percorrer. Um beijo

Sonhadora disse...

Estou orgulhosa de vc, Nika!
Queria ter sido forte assim como vc está sendo agora, juro que vc me surpeendeu, estou feliz mesmo com essa sua força, é isso ai menina!
Em meio a todos os seus problemas, um a menos já será muito bom
Continue forte e vê se me liga, menina ruim!rss
Beijossssssssssssssssssssss te amo amiga

A.S. disse...

NIKE,


... "Então, sorria, porque o final de cada capítulo em sua vida é o início de um novo, e o próximo capítulo poderá ser ainda melhor. Sorria para o passado com gratidão por tudo que aprendeu, valorize o presente, antecipe o futuro e viva feliz."

EXACTAMENTE!!!!!

Este teu fragmento de texto diz tudo!!!


Beijos...

Mågø Mër£Îm disse...

Eu ja falei com vc sobre essas coisas em outro canto... sabe ja o que eu acho... o melhor pra ti ainda ta por vir... por isso... se acalma... e vá no oculista!... rs

Beijo Loira!

Flaah Goes disse...

Nossa falou tudu...
eh caindu que c aprende..
desistir nao nos leva a nada só nos leva a infelicidade...i nao eh issu ki queremus...
continue assim amoreeh ...
Adorei u post Falou tudu...
até abriu meus olhoos pra vida!
Um bjaao!

Lana disse...

Ola nick, soa amiga da lu nogfer, e te achei lá. Seu blog é lindO//
depois eu volto pra ler melhor...
bjOs

Zeroglota disse...

LOUCO E FELIZ!

Vc sentou em frente ao computador e sem saber o que escrever,fez
“LINDO”.
Se não acreditamos no amor,este complexo que envolve dois. Perderemos a capacidade de nos entregarmos ao amor puro!
O amor a vida,ao próximo e consequentemente a nós mesmo!
Então,começo já de "cara" te admirando,pq como diria uma amiga que nos é comum!
“Só o grandes conseguem fazer da dor uma aliada”!
Numa evolução,que a principio nos mostra atalhos,para uma fuga!
Vc olha de frente para o tal amor que o vento levou,não lhe vira as
costas, e sorri ainda com dor!
Pq de frente,senti a brisa de amores que com certeza viram!
Há se já não tivesse apaixonado!
Me colocaria a plainar no vento que leva ate ti!
Beijos de um louco e feliz!
Feliz também por ter descoberto isso aqui!
Zeroglota, ou se preferir Sidney.

Bleeding Angel disse...

Nike, tem selo na Cela. rs

Lais disse...

Oii
passaei para ti tbm o mesmo selo que o Lukas te deu.


beijoo

wallace disse...

É interessante como textos criados a partir da narrativa em primeira pessoa sempre nos deixam próximos neste frio mundo virtual. A impressão que fica ao lermos um relato como este por exemplo, é que algumas sensações e sentimentos realmente são universais, não importa a língua em que se expressa. E nos identificamos de imediato e, ao nos identificarmos nos sentimos mais "íntimos" de quem escreveu. E assim as relações vão se estabelecendo. bjs e ótima semana!

Eliane Furtado disse...

Que lindo texto! parabéns!