quarta-feira, novembro 04, 2009

É…


Às vezes a solidão é um tormento extremamente grande para se poder compreender, às vezes maior quando pensamos demais em coisas ou pessoas que já nos magoam mais do que nos trazem alegria ao espírito. Mas que não passe pela cabeça o não existir. Vale mais passar pela amargura, porque um dia tenho a certeza que ela vai dar lugar à felicidade. É o que desejo que realmente aconteça.

É...
É nesta dúvida da incerteza que mais dói a tua ausência .
É nos segundos incontáveis dos minutos infinitos das horas eternas que a distância se sente.
É saber que você está aqui tão perto e, no entanto, tão longe.
É viver no cotidiano o alcance inalcançável por você, do teu ser que é muito mais para mim do que alguma vez quis ou desejei ou sequer sonhei.
É viver e saber que talvez o final de tudo isto não seja assim tão feliz, mas que o que mora dentro de mim não morrerá nunca e é uma das poucas, mas grandes alegrias que, neste calendário da vida, tão cinzento e áspero, inesperadamente encheu de cor e doçura o meu viver.
É esperar, pois “quem espera, sempre alcança”.
É ser, estar, sonhar, desejar, pensar, amar.
É viver e morrer.
É difícil e, por vezes, tão fácil.
Apenas é.
Tudo e nada.
Muito e ainda assim pouco.
É…

12 comentários:

Desabafando disse...

Achei esse poema triste...será que vc não está se sentindo sozinha demais? Espero que esteja bem! E sim, continue acreditando que a felicidade virá!

Obrigada pela visita...estava com saudades dos seus comentários e dos seus posts.

Bella disse...

É triste, mas é a mais pura verdade...mas o tempo é o melhor amigo nestas horas....

Bella disse...

É triste, mas é a mais pura verdade...mas o tempo é o melhor amigo nestas horas....

Mågø Mër£Îm disse...

Antes de mais nada vc tem que aceitar as mudanças... e se permitir que elas aconteçam na sua vida... o mundo ta sempre se modificando, se modifica tbm e num fica assim triste

beijo, Loira

Desabafando disse...

Amiga, muito obrigada por todo o carinho, compreensão e identificação com minhas palavras. Me faz bem me sentir compreendida e acolhida. Vou sim me livrar dessas amizades e obrigada por me deixar palavras carinhosas que me motivam a continuar adiante.

Mari disse...

Nike, você escreve muito bem.

Mas ainda assim, gostaria de ver poemas felizes.

Bjks.

Laysha Vampira disse...

Belíssimo poema minha querida!!

Tem pra vc um selo especial em meu blog, ficaria feliz se aceitasse!

Beijos da vampira Laysha.

Zeroglota disse...

Acho lindo,Como escreve.
Se é triste,não deixa de ser verdade.
Verdades q espero não dure por muito tempo.
Solidão q é tudo ou nada.
É multidão dentro de nós,e faz barulho q atormenta.
Parece não ter como abafar o som impertinente do silêncio de uma solidão.
Mas escrevendo vc nos mostra, o quanto ela grita dentro de vc. Lendo um pouco de nós aqui,em algum momento todos, e sentindo um pouco de vc. Vc que tem coragem q me fascina, e talento pra tornar os gritos da solidão em arte gostosa de ler.
Assim fazendo,ainda q se sinta só, estaremos ao seu lado,
compartilhando, aqui com vc seus momentos.
E se quem "espera sempre alcança", quem procura acha.
E sinto que enquanto espera , procura o q com certeza ira encontra “páz.”A felicidade
precisa desta ferramenta.
Vc merece,e tera.
Beijos!
Sidney

Regy Angel disse...

Estava lendo sue blog e me deparei com uma das minhas músicas favoritas...You and me, a música e o poema, tocam a alma.Belo blog, vou seguir.

Lu Nogfer disse...

Ei Nike!

É...A solidao é sempre um tormento mas de repente surgi algo que porventura demos lugar em nosso ser e tudo muda!E isso nao é feito num passe de mágica mas vai surgindo e crescendo aos poucos!Talvez nao morra mesmo nunca esse lindo sentimento de dentro de voce e se for preciso este, sera apenas transportado com suavidade,sem susto, sem medo e sem sofrimento!E tenha certeza,a amargura dará lugar a felicidade!

PS:Desculpe pela ausencia aqui e ate mesmo n msn ,andei passando mal por esses dias mas agora estou bem!

Beijos, linda amiga!

Márcia Paula disse...

Lindo Nike!
As vezes a solidão é importante.
"Minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite."
(Clarisse Lispector)
"A solidão é um transplante de um peito de carne para um peito de aço." (Mônica Banderas)
"É a solidão que inspira os poetas, cria os artistas e anima o gênio."
(Henri Lacordaire)
"A solidão é a sorte de todos os espíritos excepcionais." (Arthur Schopenhauer)
Um beijo, querida, em seu coração!

Desabafando disse...

tem selinho pra vc no meu blog.