segunda-feira, julho 06, 2009

Quando fala a quietude


Como a brisa suave da noite
varrem a terra que está em sono profundo
eu fecho os meus olhos e
tento dormir;

como as estrelas se tornaram mais claras e brilhantes,
os meus olhos recusam-se a fechar
o sono foge
na escuridão da terra;

a cintilação das estrelas,
o calor do ar
perturbados e silenciados apenas
pelos sons das batidas do meu coração!

Tentei contar a partir de um a cem;
tentei ler um livro;
tentei contar o número de vezes
que as estrelas brilham no céu;

Ainda sim, meus olhos se recusaram a fechar,
o sono não engana os sentidos;
quietude quando fala,
todo o resto só ouve

12 comentários:

Valquíria Falcão disse...

Boa tarde...moça...obrigada pelas postagens que me deixou...teho certeza que vc sabe que tem dias que não conseguimos pensar em nada para escrever...fazer o que né...
Lindo texto como sempre...eu tb vivo assim, muitas noite só consigo dormir altas horas mesmo indo deitar cedo..e é justamente nessas horas que veem lembranças, momentos, sentimentos e esperanças a tona...
Beijos e ótima semaninha...

Bleeding Angel disse...

Quietude qndo fala, todo o resto ouve...
De fato meu anjo, eh bem assim msm.
Pelo visto naum sou o unico q sofre da tortura da insonia. Como eh ruim naum? Qndo isso acontece evito ao maximo forcar e tentar adormecer... pior coisa, eh uma verdadeira tortura msm...=/
Bjos e q Deus nos abencoe! =)

Anjo vermelho disse...

Boua tarde meu anjo ..essa palavras tristes sempre me fazem chorar..s abia.. fico pensando vc descreve tantos sentimentos mais parecem tão sozinhos mais tem uma beleza taum grande que pareçe que uma amor imenso mora dentro de voce...
:s

adoro suas palavras...
beijos enormes no coração!!

Érica disse...

Essas noites... sem bem delas.
São inquietas e os pensamentos parecem ganhar uma velocidade contrária a calma presente nelas.
Ficam rodando sem parar.
Mais passa, o melhor nessa vida é que tudo passa.
Beijos querida.
:)

Valquíria Falcão disse...

Ei Nike...de uma passadinha no 100 Mistérios, deixei um presentinho pra vc lá e alem disso comentei sobre vc espero que goste...beijos.

CLEITON CAC disse...

Nossa achei lindo esse texto, eu não estou muito bem tbm e caiu como uma luva, decepção amorosa infelismente, mas ja to bem melhor. Espero que vc esteja bem, amo ler seus textos e sempre vou estar aqui, obrigado pelo seu carinho de sempre.Vamos nos segurar em Deus neh! Bjs te adoro!!!

O Profeta disse...

Haverá?! Há sempre uma deusa perdida
Nos labirintos da contradição
Há sempre alguém que usa a palavra amor
Soprando doce veneno ao coração
Há sempre alguém que nos diz coisas tontas
Há sempre alguém que afugenta a Saudade
Há sempre alguém que nos marca a ferro frio
Há sempre uma alma ausente da verdade

Boa semana


Doce beijo

Dayane Pereira disse...

ah que lindo poema, amei muito!
E o seu blog por inteiro é lindo.
parabéns. bjinhosss

Laila Braga disse...

saber parar e ouvir eh parte de um talento dos raros...

Fabricante de Sonhos disse...

Ouvir quando a quietude fala...
O sono que não aparece e a cabeça que só trabalha...
E por aí a noite vai até se transformar em dia. E os olhos continuam abertos...
O bom disso tudo é que te inspirou a escrever e a nos presentear com este lindo texto!
Parabéns viu?

Um beijo meu

Valquíria Falcão disse...

Oi tudo bom???
De uma passadinha no Simplismente Eu, tem um presentinho te esperando, espero que goste, beijos.

Mågø Mër£Îm disse...

Eu também fico inquieto qdo tenho apenas que ouvir... e completamente desnorteado qdo tenho que acatar o que raramente consigo escutar...
um dia ainda vou conseguir fazer todo o resto apenas ouvir

beijo